Notícias Recentes

Nosso Blog

Conheça o nosso blog, que conta com dicas de como manter uma vida saudável a partir de uma alimentação equilibrada, exercícios físicos e prevenção de doenças por meio de tratamento personalizado. Confira os artigos publicados e siga as dicas da Grindélia!
depressao.jpeg

Depressão ou transtorno depressivo maior é uma doença comum e séria que afeta negativamente como você se sente, como pensa e como age. Provoca sentimentos de tristeza e/ou perda de interesse em atividades que, em momentos anteriores, traziam prazer. Pode levar a uma variedade de problemas emocionais e físicos e pode diminuir a capacidade de uma pessoa manter suas atividades normais no trabalho e em casa. Em todo o mundo, estima-se que mais de 300 milhões de pessoas, de todas as idades, sofram com esse transtorno. É a principal causa de incapacidade em todo o mundo e contribui de forma importante para a carga global de doenças. As mulheres são mais afetadas que homens.
No Brasil, 5,8% da população sofre com a depressão. Ela afeta um total de 11,5 milhões de brasileiros. Segundo os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país com maior prevalência de depressão da América Latina e o segundo com maior prevalência nas Américas, ficando atrás somente dos Estados Unidos, que têm 5,9% de depressivos.
Na pior das hipóteses, a depressão pode levar ao suicídio. Cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio a cada ano – sendo essa a segunda principal causa de morte entre pessoas com idade entre 15 e 29 anos.
A depressão está entre os mais tratáveis dos transtornos mentais. Entre 80% e 90% das pessoas com depressão acabam reagindo bem ao tratamento.
Fatores de risco que podem contribuir para o desenvolvimento da depressão.
– Histórico familiar
– Transtornos psiquiátricos correlatos
– Estresse crônico
– Ansiedade crônica
– Disfunções hormonais
– Dependência de álcool e drogas ilícitas
-Traumas psicológicos
– Doenças cardiovasculares, endocrinológicas, neurológicas, neoplasias entre outras
– Conflitos conjugais
– Mudança brusca de condições financeiras e desemprego.
Sintomas da depressão
– Humor triste, ansioso ou “vazio” persistente
– Sentimentos de desesperança, luto ou pessimismo
– Irritabilidade
– Sentimentos de culpa, inutilidade ou desamparo
– Perda de interesse ou prazer pela vida, hobbies e atividades
– Diminuição da energia ou fadiga
– Mover ou falar mais devagar
– Sentir-se inquieto ou ter problemas para ficar sentado
– Dificuldade de concentração, lembrança ou tomada de decisões
– Dificuldade para dormir, despertar de manhã cedo ou dormir demais
– Mudanças no apetite e / ou alterações de peso
– Pensamentos de morte ou suicídio, ou tentativas de suicídio
– Dores, dores de cabeça, cólicas ou problemas digestivos sem uma causa física clara e / ou que não se aliviam mesmo com o tratamento.
.Diagnóstico e tratamento
O diagnóstico da depressão é clínico, feito pelo médico após coleta completa da história do paciente e realização de um exame do estado mental. Não existem exames laboratoriais específicos para diagnosticar depressão.
Existem tratamentos eficazes para depressão moderada e grave. Profissionais de saúde podem oferecer tratamentos psicológicos, como ativação comportamental, terapia cognitivo-comportamental e psicoterapia interpessoal ou medicamentos antidepressivos.
É de fundamental importância a adesão ao tratamento, uma vez interrompido por conta próprio ou uso inadequado da medicação, pode aumentar significativamente o risco de cronificação.
A depressão é uma doença real e a ajuda está disponível. Com diagnóstico e tratamento adequados, a grande maioria das pessoas com depressão a superará. Se você estiver com sintomas de depressão, o primeiro passo é consultar um médico de confiança ou o psiquiatra. Fale sobre suas preocupações e solicite uma avaliação completa. Este é um começo para abordar as necessidades de saúde mental.


curcutama-1.jpg

curcutama 1 320x206 - Os benefícios da Cúrcuma longaA Cúrcuma longa, popularmente conhecida como açafrão-da-terra é uma especiaria dourada de sabor e aroma inconfundíveis muito utilizada como tempero na culinária asiática, a parte da cúrcuma mais utilizada é o seu rizoma, onde estão mais concentrados seus fitoquímicos , os polifenóis como a curcumina.

Os benefícios da cúrcuma são inúmeras, entre elas se destaca pelo efeito antioxidante, anti-inflamatório, anti-reumático, antitumoral, antimicrobianas e moduladora do sistema imune.

Para fazer uso desse potente alimento podemos acrescentar em nossa alimentação utilizando o rizoma do açafrão-da-terra nas preparações culinária, ralado ou em pó, ou também na forma de preparações magistrais como cáps, onde a Curcuma longa apresenta uma maior concentação de curcumina, o que aumenta sua eficácia.


1
Olá, como podemos ajudar?
Powered by