Pílula da beleza não é mais ficção

Cardápio do dia 21/06/2018
21 de June de 2018
Restaurante Vegetariano Grindélia
5 de July de 2018
Mostrar todos
Pílula da beleza já é realidade

O sonho de muitos, por conta da correria e da facilidade de uso, seria ingerir algumas cápsulas todos os dias para manterem-se jovens e com saúde. Saiba que um pouco dessa ideia futurista já é realidade no mercado. São os nutricosméticos, pílulas que trazem doses de vitaminas, aminoácidos, sais minerais, ácidos graxos, proteínas e demais substâncias indicadas para repor as deficiências nutricionais dos usuários. Essas deficiências são as responsáveis pelas rugas, queda de cabelo, unhas quebradiças, flacidez e outros problemas estéticos. “Realmente os nutricosméticos trazem facilidade no dia a dia, mas é preciso lembrar que não existem milagres. Cada caso deve ser estudado para que se evitem desapontamentos e até problemas”, alerta Vilma Antonia Lourenço Fichera, farmacêutica – bioquímica da Grindélia, farmácia a qual já trabalha com esse tipo de produto. “É o conceito da beleza de dentro para fora”, completa Vilma.

A alimentação diária oferece uma gama de substâncias necessárias à manutenção e equilíbrio do organismo, mas poucas pessoas conseguem consumir todos os grupos de alimentos para suprir as necessidades diárias dos nutrientes. Foi pensando nessa grande maioria que os nutricosméticos foram criados: eles fornecem vitalidade e equilíbrio ao organismo e suprem, teoricamente, as deficiências de nutrientes essenciais para a saúde e beleza, ajudando a retardar o envelhecimento. No caso do envelhecimento, Vilma explica que há várias opções nutricosméticas, as mais procuradas, segundo a especialista, são aquelas que trabalham como antioxidantes na luta contra os radicais livres. Alguns ativos, por exemplo, revertem a modificação de colágeno e elastina, substâncias responsáveis por uma pele mais jovial, melhorando a aparência geral da pele, diminuindo as rugas e linhas de expressão e aumentando a hidratação. “É indicado para quem vai passar ou já passou por peelings químicos ou de laser, por exemplo”, explica Vilma.

O famoso ômega 3 também aparece na composição de nutricosméticos. Unido a alguns antioxidantes, oferece mais hidratação por reforçar a parede celular. A farmacêutica explica também que o interessado em utilizar as cápsulas deve procurar a opinião de um médico ou nutricionista para ver se realmente vale à pena usar o produto. “Se alguém tem queda de cabelo que não é ligada à falta de nutrientes, por exemplo, o nutricosmético não terá efeito”, explica Vilma. “Além do mais, não basta ingerir uma cápsula diariamente e pronto. Exercícios físicos, alimentação balanceada e outros cuidados tradicionais com nossa saúde continuam sendo importantes”, diz. E se a falta de nutrientes for generalizada não há problema: a composição das cápsulas manipuladas pode ser variada. “A suplementação poderá ser prescrita por médico ou nutricionista que fará uso desses componentes de uma forma isolada ou associada, buscando o melhor resultado para cada paciente”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *